SIM ONLINE TEVE MAIS DE 200 MIL ACESSOS EM 2011 PDF Imprimir E-mail
Levantamento feito pela Secretaria Municipal de Fazenda aponta que o SIM Online, sistema que disponibiliza uma série de serviços por meio da internet no site da Prefeitura www.saocarlos.sp.gov.br teve 205.549 acessos em 2011.

Entre os links de serviços mais acessados estão: confirmação de documentos (45.556 acessos); 2ª via de IPTU (44.331); extrato imobiliário (42.278); certidão de valor venal (27.771); consulta de processos (22.645) e certidão de débitos (12.921 acessos).

Além dos serviços disponibilizados pela internet, as unidades do SIM (Serviços Integrados do Município) realizaram nas três unidades físicas: centro; Vila Prado e Cidade Aracy; e no SIM Móvel, cerca de 90 mil atendimentos.

No SIM do centro foram 71.661 atendimentos. A unidade da Vila Prado fez 13.385 atendimentos, o do bairro Cidade Aracy outros 4.250 e o SIM Móvel prestou 3.882 atendimentos.

Os serviços mais solicitados foram: parcelamento de débitos (7.400); solicitação de isenção de IPTU por aposentados – renovações e novas (3.164); certidões diversas (2.980); inscrição municipal – pessoa jurídica (1.282), pessoa física autônomo (230) e MEI – microempresário individual (770); e carteira para estacionamento idoso e deficiente (1.385).

De acordo com o secretário municipal de Planejamento e Gestão, Rosoé Donato, a diminuição no número de atendimentos nas unidades físicas do SIM e do SIM Móvel, apontado no balanço da Secretaria Municipal de Fazenda, já era esperado.

“A partir das inovações que a Prefeitura implantou por meio do PMAT (Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos), uma parceria com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), nós já esperávamos que isso fosse acontecer, pois os contribuintes passaram a acessar muitos dos serviços pela internet”, explicou o secretário.

Ainda segundo ele, muito por essa razão, no início deste ano o prefeito Oswaldo Barba tomou a decisão de isentar algumas taxas e diminuir o valor cobrado em outras. “Para que se tenha uma ideia, por exemplo. Alguns serviços que os contribuintes solicitavam via internet não eram cobrados, mas esse mesmo serviço solicitado nas unidades fixas do SIM tinham que ser pagas. Foi para corrigir distorções como essas que o prefeito Barba assinou o decreto no início deste ano”, finalizou Donato.

(11/01/2012


Compartilhe essa informação